11 set

8 dicas sobre como ajustar as despesas da sua empresa

Toda empresa procura alcançar sempre os melhores resultados, porém em muitas ocasiões, fatores como as pressões do mercado, a altíssima e complexa carga tributária e, enfim, essa correria do dia a dia faz com que os gestores foquem exclusivamente a atividade-fim e deixem para um segundo momento os cuidados com gestão, produtividade e custos.

É surpreendente observar o impacto nos resultados quando projetos de reavaliação de custos são implantados. Não é raro que uma série de pequenas despesas, antes ignoradas, resultem em melhoria impressionante nas margens. Como diz o ditado, é de grão em grão que uma empresa pode colocar mais dinheiro no caixa, reinvestir, melhorar a produtividade e encarar o mercado em melhores condições.

Uma boa alternativa para conseguir maior lucro é atuar fortemente em relação às despesas, eliminando gastos desnecessários e avaliando processos mais adequados. Neste artigo, vamos apresentar oito dicas sobre como ajustar as despesas da sua empresa.

 

1. Identifique, analise e controle suas despesas: pense sempre em ano, nunca em mês.

Para saber como ajustar as despesas da sua empresa, em primeiro lugar é necessário avaliar e identificar seu impacto no orçamento corporativo. Pode parecer algo simples, mas, na correria, nem sempre as empresas elaboram gráficos do tipo “pizza” ou “colunas” sobre suas despesas gerais.

Uma vez conhecido com detalhe o comportamento dos custos, é importante elaborar as previsões orçamentárias e acompanhar o comportamento das despesas.

A seguir, devem ser identificadas aquelas mais significativas e elaborar planos de ação para suas reduções.

Trate sempre suas informações de forma anualizada. Às vezes, olhar a planilha mensal é desanimador. Afinal, uma conta de energia de dois mil reais ou uma conta telefônica de três mil reais são despesas aparentemente pequenas e que não irão resolver seus problemas. No entanto, projetos de redução com energia e telecomunicações (apenas para citar dois itens para os quais geralmente não se dá importância), poderão te surpreender quando você faz a conta para o período de um ano. Você poderá descobrir, por exemplo, que boa parte do seu décimo terceiro poderia ser paga com a economia obtida nessas contas.

 

2. Reduza o custo com telecomunicações

As novas tecnologias devem ser constantemente avaliadas e colocadas para trabalhar a seu favor.

Há um tempo a tecnologia VOIP provocou uma primeira onda de modernização e redução de custos em Telecom. O cenário brasileiro nessa ocasião era pré-histórico, com concessionárias recém privatizadas, parque industrial obsoleto, redes de péssima qualidade e monopólios. A chegada de VOIP permitiu uma maior dinamização do mercado, surgimento de novos competidores e, finalmente, as próprias concessionárias adotaram VOIP em suas redes.

Por isso,VOIP já não representa inovação. Todas as operadoras a utilizam, e mesmo que você não saiba, suas ligações são trafegadas com essa tecnologia.

Dessa forma, VOIP é coisa do passado, assim como o tocador de MP3. Lembra dele? Pois é: o formato MP3 continua, mas o mercado agora é streaming e sob demanda.

O caminho agora em Telecom vai na direção de SaaS e IaaS, vai ao encontro do fim do minuto e da tarifação, na direção da nuvem, onde a economia e a atualização tecnológica estão provocando a maior revolução que já existiu em relação a processos.

O PABX em Nuvem enterra velhos conceitos e inaugura uma época irreversível, onde o hardware vai para nuvem, em troca de mais eficiência e menores custos.

3. Diminua custo operacional

Para poder ter certeza sobre como ajustar as despesas da sua empresa é importante investir em tecnologia moderna e sistemas online ou que permitam auxiliar a otimizar processos e produtividade. Quase tudo está indo para a nuvem, e a experiência compartilhada é mais eficaz e barata. Não passa mais pela cabeça de qualquer gestor a ideia de encomendar o desenvolvimento de softwares.

Com isso, diversos outros custos serão impactados, como sistemas contábeis, de RH, fiscais, gestão de estoque, CRM, controle de qualidade etc. Investir em melhorias operacionais com acesso ao que há de mais avançado em soluções, reduzindo custos e aumentando margens: essa é a revolução da nuvem.

4. Reavalie seus processos de compras

Quando se pretende avaliar como ajustar as despesas da sua empresa, é importante atuar sobre os processos de compras.

Normalmente, uma compra bem realizada, além de conquistar reduções de custos, está relacionada a possibilitar maiores margens de lucros para o negócio.

Mas algo mudou: o fornecedor tradicional está sendo substituído. Se o seu fornecedor não se reinventou, provavelmente está enfrentando uma série de concorrentes que estão surgindo em um novo ambiente de negócios. Sua empresa precisa entender que o tradicional está em xeque. Talvez seja hora de mudar conceitos e ampliar o leque de fornecedores, dando uma olhada muito atenta nas soluções em nuvem.

 

5. Avalie a eficiência de seus processos

Uma boa maneira de ajustar as despesas da sua empresa está relacionada à melhoria de processos internos.

Ao rever processos ou fortalecer objetivos de controle, é possível obter reduções de custos importantes e conseguir melhorias de resultados.

Muitas vezes, um processo mal desenvolvido interfere nos resultados provocando retrabalho e mais custos. Mais uma vez, ferramentas e algoritmos disponibilizados por soluções na nuvem vão te ajudar a obter clareza nesses aspectos.

6. Mantenha controle de seus estoques

Controlaros níveis de estoque se trata de boa estratégia sobre como ajustar as despesas da sua empresa.

Isso porque estoques representam investimentos de capital e, quando mal controlados ou sem estabelecimento de seus níveis, geram custos elevados de armazenagem e obsolescência.

Além disso, controles de estoque precários podem dar chance a desvios não identificados, que podem gerar custos adicionais e impactos negativos na produtividade e no caixa.

7. Priorize princípios de sustentabilidade

Uma das formas de atingir a finalidade sobre como ajustar as despesas da sua empresa é, tornando-a uma organização que trabalhe com sustentabilidade de processos.

Isso impacta diretamente na imagem da empresa, mas também, de maneira intensa, sobre o custo de fabricação e controles. Isto é, ser sustentável está diretamente relacionado com bons resultados e melhores vendas, impulsionadas pela imagem institucional fortalecida.

Mesmo os itens que não fazem parte do ciclo mais crítico da sustentabilidade (embalagens, tratamento, resíduos, etc.), não deixe de olhar o todo: uso de material de escritório, produtos de higiene pessoal, uso racional de água, energia limpa, etc. Isso levará ao ambiente interno a melhora de percepção dos colaboradores e maior consciência da necessidade de redução de custos.

8. Implante programas e incentivos à redução de despesas

Quando se envolve a equipe na busca de melhores resultados, a chance de conseguir retornos mais rápidos e efetivos é sempre maior.

Sendo assim, é importante que se estabeleçam programas de redução de custos com a participação de todos, com premiações para aqueles que conseguirem os melhores resultados.

Sua equipe conhece muito bem os gastos que estão sendo realizados e podem auxiliar nesse processo.

Existem várias ações que podem auxiliar a ajustar as despesas da sua empresa.

Procure implementar essas sugestões e seus resultados serão muito melhores.

veja também:

 

Pabx em nuvem 7 passos que voce deve seguir antes de migrar

 

Share this